18 novembro 2009

Eu gosto da liberdade de "ouvir" apenas as palavras que eu gosto (3)


Escute, meu chapa: um poeta não se faz com versos. É o risco, é estar sempre a perigo sem medo, é inventar o perigo e estar sempre recriando dificuldades pelo menos maiores, é destruir a linguagem e explodir com ela (...). Quem não se arrisca não pode berrar.
(Torquato Neto)