26 abril 2010

25 Anos?

[1º: isso não é drama! ODEIO drama.]

Nossa, semana passada começou bem, caminhou bem e no dia do meu aniversário... meio que desandou.
É, nem sempre as coisas são como gostaríamos...
Mas para o que não se há jeito, né?

Pro que se quer: alguma coisa empurra, mesmo que sem coragem. Até aqueles que acham que vão sim, que são "sem vergonha"... às vezes precisam mais do que o "impulso que os impulsionam". É, fiz sim. Dei um beslicão na minha impulsividade e adorei, mesmo que achem que não fui agradada ou que eu não tenha agradado (ou que tenha é assustado). Dane-se! Pelo menos ganhei presente, mesmo tendo que ir atrás dele! rs

Música e amigos. Presente melhor? Ir atrás é bom, gostoso, divertido... mas tê-los sem esforço é MARAVILHOSO.
"O que você faz quando ninguém te vê fazendo ou o que você queria fazer se ninguém pudesse te ver?" ♪
É... cantei, extravazei, me diverti e fiz umas besteirinhas (alimentei o susto), mas ok (deixa quieto).

Silêncio total.
"Sem alarde me recolho, escolho me calar..."
Às vezes temos que fazer isso!

Fim de semana totalmente fora do planejado!
Comemoração do aniversário de alguém mais que especial, com pessoas especiais, basicamente outra comemoração... pensamento "ao léu" a respeito de toda a semana, cerveja (sim, bebi meeeeeesmo... com vontade de pensar na vida, de esquecer da vida... enfim... tudo ao mesmo tempo, mas sem ficar bêbada.... eu acho! rs).
Mari... me surpreendi com essa pessoa. O fim de semana na sua casa foi acolhedor e bom demais. Nessas horas sim consegui escapar (em alguns momentos) do que eu queria... mas não todo tempo. Mari e Pâm. Seguraram a mala esse fim de semana hein! Obrigada meninas!
Show do Jay Vaquer: única coisa certa do fim de semana. Com quem? Com pessoas que me fazem bem, obrigada! Sem contar que... ouvir esse cara e nesse momento... sem palavras. Arrepiei em todas as músicas, coloquei pra fora... mas as coisas voltam, né? Fazer o quê? rs

"Outra vez, as coisas ficam fora do lugar... quando então, começo a me sentir em casa...






...E nada vai desmerecer tudo que ainda somos, toda certeza que supomos. Mas a vida lá fora, tá chamando agora e não demora! Quem dá mais? Na falta que a falta faz" ♪