24 dezembro 2013

Papai Noel

Bem, eu poderia pedir um monte de coisas, sabe?

Por exemplo:

. Fermata.
. Um apartamento no Flamengo, de teto alto, janelões para eu tomar café todos os dias olhando para o aterro e ir andar de bicicleta no fins de semana, fazer piquenique.
. Alguns reais ($$) extras na minha conta que ainda não existe.
. O cabelo ideal, a magreza que a sociedade aceita, a aparência padronizada.
. Um carro (ou mais de um).
. Que a minha mãe fique bem e meu pai volte a se interessar por ela.
. A solução dos problemas de todos os que amo.
. Um amor? É, acho que pediria. Talvez.
. Viagens e mais viagens.

Bem, mas Papai Noel nem existe, né? 28 anos, não dá mais para acreditar nisso.
Então, vou apenas aproveitar a magia do Natal e tentar concentrar minhas energias para atrair muita positividade para mim e aos que quero bem, com ela trazer, reforçar, resgatar, me apropriar sem medo de coisas como paciência, tolerância, paixão, disciplina, força de vontade, coragem, fé, persistência, maturidade, respeito, organização, afeto, amor, amizade e acreditar que com isso tudo conseguirei conquistar todo o resto.

Será?


"Tempo de dá colo, tempo de decolar
Tempo de dá colo, tempo de decolar
O que há é o que é e o que será
(nascerá, nascerá...)"